sábado, 4 de maio de 2013

Beija-flor-de-papo-branco (Leucochloris albicollis)

ZOOLOGIA - 33
CLASSE DAS AVES - 9
ORDEM APODIFORMES - 1
FAMÍLIA TROCHIIDAE - 1
GÊNERO LEUCOCHLORIS - 1


ESPÉCIE: Beija-flor-de-papo-branco (Leucochloris albicollis) - Vieillot, 1818. [LC].

              O Beija-flor-de-papo-branco (Leucochloris albicollis) é uma espécie de ave da família Trochilidae (beija-flores). Único membro do Gênero Leucochloris.
              É Característico da América do Sul, é encontrado no sudeste do Brasil, nordeste da Argentina, ParaguaiUruguai.

              No Brasil, é muito encontrado em áreas de altitude como por exemplo: Campos do Jordão, Monte Verde, Parque Nacional de Itatiaia e Visconde de Mauá.

Descrição:
              Mede aproximadamente 10,5 cm. Em ambos os gêneros, a coloração é semelhante.
              O Beija-flor-papo-branco possui esta denominação por sua garganta SER de um branco intenso e destacada em meio a sua plumagem de veemente verde escuro, metálico e brilhante. Abaixo do peito, sua região da barriga exibe novamente o branco numa forma ovalada.

Comportamento
              Bastante versátil quanto ao hábitat, frequenta áreas de capoeira, bordas de floresta (Mata Atlântica), jardins e pomares. Passam o ano inteiro no mesmo local resistindo bem ao inverno, mesmo em altitudes de 1.800 metros.
              Como a maioria dos Trochilidae, especialmente os machos, possuem hábitos muito territoriais. Costuma demarcar sua área de atuação para a busca de alimento, eventualmente atacando, sua própria espécie, através de perseguição. Durante o encalço, o Papo-branco emite um trinado rápido e repetido, sinalizando ao invasor sua insatisfação. Raramente isto resulta em ferimentos, mas é comum as penas, da cauda do perseguido, serem arrancadas. Apesar disso é normal haver muitos indivíduos convivendo numa mesma área.

Reprodução
              Na época de acasalamento emite repetivos e longos trinados característicos para chamar as fêmeas. Os ninhos costumam ser feitos em árvores disponíveis no ambiente, mesmo sendo plantas exóticas. Sem atuais ameaças, a espécie, pelo momento, é considerada de pouca preocupação de extinção pela BirdLife International.

Fotos: 45.




> Foto Eliminada <






























> Foto Eliminada <







> Foto Eliminada <





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não faça comentários anônimos ou de caráter ofensivo e desrespeitoso!
Obrigado!