quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Tatu-de-rabo-mole-comum (Cabassous unicinctus)

ZOOLOGIA - 176
CLASSE DOS MAMÍFEROS - 42
ORDEM CINGULATA - 2
FAMÍLIA DASYPODIDAE - 2
GÊNERO CABASSOUS - 1


ESPÉCIE: Tatu-de-rabo-mole-comum (Cabassous unicinctus) - Linnaeus, 1758 [LC] - 6 Fotos.

Esse tatu é conhecido popularmente como tatu-de-rabo-mole-comum (Cabassous unicinctus) devido à ausência de cobertura completa de escudos dérmicos na cauda (MERITT JR., 1985). Os indivíduos desta espécie apresentam massa corporal de 1,6 a 4,8 kg, comprimento do corpo de 34,7 a 44,5 cm e comprimento da cauda de 16,5 a 20 cm (EMMONS, 1990). Possuem de 10 a 13 cintas móveis na região mediana da carapaça e a coloração é castanho-escura com bordas amareladas (EMMONS, 1990). É insetívoro e é noturno.

Habitat
De acordo com Wetzel (1982), a distribuição histórica do Tatu-de-rabo-mole-comum (Cabassous unicinctus) é na América do Sul, do leste da Colômbia, norte da VenezuelaGuianas, até o sul dos estados de Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, no Brasil. Os "biomas" onde esta espécie ocorre são a Amazônia, a Caatinga, o Cerrado, a Mata Atlântica e o Pantanal (FONSECA et al., 1996). A espécie é também encontrada no leste da Bolívia (CUÉLLAR; NOSS, 2003). O Tatu-de-rabo-mole-comum tem sido considerado comum nas bordas do Pantanal baseado em espécimes depositados em coleções científicas, mas não há dados confirmados e publicados sobre sua ocorrência dentro da planície de inundação.

Caça
A caça é uma ameaça relevante em relação ao Tatu-de-rabo-mole-comum, e a perda de habitat é uma preocupação em relação às populações do Cerrado no Brasil, mesmo que a espécie seja amplamente distribuída e considerada comum. A espécie é também listada como de Preocupação Menor (Least Concern, LC) pela IUCN (AGUIAR, 2004). No Pantanal, a espécie é conhecida pela população local e é, às vezes, consumida de forma oportunista (W.M. Tomas e R.M. Chiaravalloti, não publicado). Os moradores locais conhecem a espécie como "Tatu-rabo-de-couro".

Fotos: 6.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não faça comentários anônimos ou de caráter ofensivo e desrespeitoso!
Obrigado!