terça-feira, 30 de setembro de 2014

Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus)

ZOOLOGIA - 444
CLASSE DAS AVES - 331
ORDEM PSITTACIFORMES - 44
FAMÍLIA PSITTACIDAE - 25
GÊNERO ANODORHYNCHUS - 2


ESPÉCIE: Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus) - Latham, 1790 [EN].

               A Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus), também chamada Arara-jacinto, Araraúna, Arara-preta, Araruna, ou simplesmente Arara-azul é uma ave da família Psittacidae.

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
               Vive nos biomas da Floresta Amazônica e principalmente no do Cerrado e Pantanal

CONSERVAÇÃO
               Essa espécie está ameaçada de extinção, sendo que as outras espécies de Araras-azuis já foram extintas na natureza. 

DESCRIÇÃO
               Possui uma plumagem azul com uma pele nua amarela em torno dos olhos e fita da mesma cor na base da mandíbula. Seu bico é desmesurado, parecendo ser maior que o próprio crânio. 
Mede cerca de 98 centímetros de comprimento e pesa 1,5 quilo.

HÁBITOS ALIMENTARES
               Sua alimentação, enquanto vivendo livremente, consiste de sementes de palmeiras (cocos), especialmente o licuri.

ETIMOLOGIA
               "Araras" é oriundo do tupi a'rara. "Jacinto" é uma referência à flor homônima, também de coloração azul. "Araraúna" e "araruna" são oriundos do tupia'rara una, que significa "arara preta", "arara escura".

REPRODUÇÃO
               Essa Arara torna-se madura para a reprodução aos três anos e sua época reprodutiva ocorre entre novembro e janeiro. Nascem dois filhotes por vez e a incubação dura cerca de trinta dias. Depois que nascem, as Araras-azuis-grandes ficam cerca de três meses e meio no ninho, sob o cuidado dos pais, até se aventurarem no primeiro voo. A convivência familiar dura até um ano e meio de idade, quando os filhotes começam a se separar gradativamente dos pais.

               Esta espécie ainda é avistada em três áreas brasileiras e em pequenas partes do território boliviano. A Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção proíbe sua venda, mas a Arara-azul-grande é popular no comércio ilegal de aves. É a maior espécie de Arara, algumas chegam a 1,40 metros de comprimento. Normalmente costuma comer nozes e Frutas (O formato de seu bico contribui para a trituração de nozes).

GALERIA DE FOTOS: 18.



















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não faça comentários anônimos ou de caráter ofensivo e desrespeitoso!
Obrigado!