quarta-feira, 24 de junho de 2015

Faisão-de-chifre-vermelho (Tragopan satyra)

ZOOLOGIA - 588
CLASSE DAS AVES - 475
ORDEM GALLIFORMES - 025
FAMÍLIA PHASIANIDAE - 016
GÊNERO TRAGOPAN - 003


ESPÉCIE: Faisão-de-chifre-vermelho (Tragopan satyra) - Linnaeus, 1758 [NT].

              O Faisão-de-chifre-vermelho (Tragopan satyra), também conhecido como o Faisão-carmesim-cornudo, 

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
              O Faisão é encontrado no Himalaia até a Índia, Tibete, Nepal e Butão

HABITATS
              Eles residem em florestas de carvalhos e rododendros úmidas com vegetação rasteira e densos aglomerados de bambu. 

              Eles variam de 8.000 a 14.000 pés no verão e 6.000 pés de inverno. 

DESCRIÇÃO
              O Faisão-de-chifre-vermelho masculino é cerca de 70 centímetros de comprimento.

DIMORFISMO SEXUAL
              As fêmeas são marrom. 
              Os machos são geralmente vermelho com azul, preto, e manchas brancas salpicadas.

CORTEJO
              Quando é época de acasalamento, tragopans sátiro masculinos crescer chifres azuis e uma Acácia-gular. Quando estiver pronto para mostrar, eles vão inflar seus chifres e se esconder atrás de uma rocha, à espera de fêmeas para passar. Quando se faz, que vai realizar uma elaborada e atraente apresentação na frente das fêmeas. No final da exibição, o macho vai esticar toda a sua altura e mostrar todos os seus ornamentos.

CONSERVAÇÃO
              Embora o menos ameaçado dos tragopans, O tragopans sátiro ainda enfrentam muitas ameaças. 
              A espécie é suposta que haja ainda uma moderadamente pequena população que está sujeita a caça e perda de habitat, durante a maior parte da sua gama.

GALERIA DE FOTOS: 25.


























segunda-feira, 22 de junho de 2015

Pavão-indiano (Pavo cristatus)

ZOOLOGIA - 587
CLASSE DAS AVES - 474
ORDEM GALLIFORMES - 024
FAMÍLIA PHASIANIDAE - 015
GÊNERO PAVO - 001


ESPÉCIE: Pavão-indiano (Pavo cristatus) - Linnaeus, 1758 [LC].

              O Pavão-indiano (Pavo cristatus), também conhecido por pavão-comum ou pavão-azul, é uma espécie pertencente ao Gênero Pavo da família Phasianidae

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
              Trata-se de uma ave nativa do subcontinente indiano, sendo a ave nacional da Índia.

HABITATS
              Pode ser encontrada em pradarias secas semi-desérticas, matagais e florestas perenifólias. Apesar de se alimentar e nidificar no solo, dormem no topo das árvores. 

HÁBITOS ALIMENTARES
              A sua alimentação é constituída essencialmente por sementes intercaladas, ocasionalmente, por alguns insetos, frutos e répteis.

CARACTERÍSTICAS
              As fêmeas medem cerca de 86 centímetros de comprimento e pesam cerca de 3,4 kg, enquanto os machos medem em média 2,2 metros quando incluída a sua plumagem de acasalamento (107 centímetros quando só o corpo) e pesam cerca de 5 kg.

DIMORFISMO SEXUAL
              Os machos possuem uma plumagem iridescente azul-esverdeada. As penas superiores da sua cobertura são alongadas e ornamentadas com um padrão semelhante a um olho na parte final formando uma cauda, sendo estas as penas de demonstração utilizadas durante a corte. 

              A plumagem das fêmeas é uma mistura de verde esbatido, cinzento e azul iridescente, em que predominam as duas primeiras. Durante a época de acasalamento destacam-se facilmente dos machos pela ausência da longa cauda, enquanto que fora da época de acasalamento podem ser distinguidas pela cor verde do seu pescoço em oposição à cor azul dos machos.

              A cauda dos pavões macho (utilizada na corte das fêmeas) é um exemplo de seleção sexual, e embora tenha o nome de cauda, esta é na realidade formada pelas penas superiores da sua cobertura. A cauda propriamente dita é castanha e curta como nas fêmeas.

REPRODUÇÃO
              A sua postura é de 4 a 8 ovos que levam 28 dias a chocar. 
Os ovos são castanho claros e são postos um por dia, geralmente de tarde. 
O macho não ajuda no cuidado dos ovos e é polígamo, podendo ter até seis fêmeas.

GALERIA DE FOTOS: 30.